CONSEJSULUma videoconferência realizada nesta segunda-feira (29) entre os secretários de Administração Prisional dos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande Sul tratou sobre questões relativas ao combate e prevenção do avanço da Covid-19 nas unidades prisionais da Região Sul.

O grupo que integra o Conselho Nacional dos Secretários de Estado da Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej) compartilharam experiências e as boas práticas adotadas nas unidades prisionais como, por exemplo, a visita virtual, importante ferramenta para a manutenção do contato entre os apenados e seus familiares.

Em SC, entre os meses de abril e junho já foram realizadas mais de 22 mil visitas virtuais em todas as unidades prisionais catarinenses, como medida compensatória pela suspensão das visitas presenciais.

Além do titular da SAP, Leandro Lima, participaram da videoconferência o Secretaria da Administração Penitenciária do RS, Cesar Luis de Araújo Faccioli, e o Diretor Geral  do Depen-PR, Francisco Alberto Caricati.

CASECRICDAMARES

O Centro Socioeducativo de Criciúma recebeu a visita da Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, neste domingo (29). O Diretor do Dease, Zeno Tressoldi, e gestor da unidade, Douglas José Souza, apresentaram à ministra as instalações e as oficinas de trabalho, em funcionamento no Case, que privilegiam a formação de mão de obra voltada à vocação econômica da região.

Para o Diretor do Dease foi um momento bastante significativo receber a ministra na unidade do Sul Catarinense. “Nós ficamos muito honrados com a visita e as palavras da ministra nos dão estímulo para continuarmos, cada vez mais, construindo um sistema socioeducativo que seja referência para o país”, disse Zeno Tressoldi.

Em funcionamento desde junho de 2018, o Case de Criciúma trabalha na perspectiva da busca da ressocialização dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa. Além da escolarização, os adolescentes participam de oficinas como, por exemplo,  cultivo de pitaya e de maracujá, arteterapia; marcenaria; horta, jardinagem e compostagem, oficina de leitura, de panificação, produção de amaciante, reciclagem, produção de sabonetes artesanais aromáticos, informática e apicultura.

“Essas ações de qualificação profissional buscam despertar o adolescente para a importância do trabalho, a atenção aos limites para o convívio social e fortalecimento dos laços familiares”, observou o gestor da unidade, Douglas José Souza.

23PM GEMOP

As políticas públicas de proteção à mulher vítima de violência estão ganhando cada vez mais força em Santa Catarina e a tecnologia pode ser aliada decisiva quando se trata de defender a vida. Uma parceria entre a SAP, a PMSC e o TJSC poderá ampliar a capacidade de atuação da Polícia Militar em casos envolvendo a Lei Maria da Penha.

O primeiro passo para a construção do projeto que pode dar mais agilidade aos policiais no atendimento de ocorrência deste tipo foi dado nesta terça-feira (23) com a visita do Tenente Coronel Eduardo e do Capitão Rossi, à Gerência de Monitoramento e Operações Penitenciárias (Gemop) da SAP. Eles vieram conhecer o sistema que faz o controle do monitorado que usa tornozeleira eletrônica. “Nosso sistema nos permite fazer um mapeamento, por exemplo, de todos os monitorados  que usam tornozeleira por conta da Lei Maria da Penha. Se identificarmos que ele violou a área de inclusão e está se aproximando da casa da família, a PM terá acesso a essa informação e poderá socorrer a vítima com mais rapidez”, observou Marcio do Nascimento, Gerente da Gemop.

Para os Policiais Militares que atuam na área de inovação e tecnologia da PMSC essa integração pode representar um passo importante na defesa da mulher vítima de violência. O Tenente Coronel Eduardo, chefe da PM7, e o Capitão Rossi ressaltaram que o aplicativo PMSC Cidadão permite que mulheres vítimas de violência doméstica possam acionar a Polícia Militar através do botão de pânico e um passo importante seria a evolução dos sistemas para que as violações possam ser informadas a PMSC em tempo real, assim diminuindo o tempo resposta para o atendimento dessas ocorrências.

HELVIO

O Agente Penitenciário Bruno Gabriel é o novo Diretor de Administração e Finanças da Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP). Ele substituiu o também Agente Penitenciário Hélvio Costa Martins que, depois de merecidas férias, retoma suas atividades profissionais no Complexo Penitenciário do Estado em São Pedro de Alcântara. O Secretário Leandro Lima, o adjunto, Edemir Alexandre Camargo Neto e o novo diretor Bruno da DIAF entregaram uma placa ao “Seu Hélvio” para agradecer aos relevantes serviços prestados na Diretoria de Administração e Finanças.