enchentes no Vale do Rio Tijucas 5

Sensibilizados com a situação dos moradores dos municípios do Vale do Rio Tijucas, que tiveram suas residências alagadas pela chuva nos últimos dias, servidores da Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) criaram uma força-tarefa para auxiliar as vítimas da enchente. Por meio de um Termo de Cooperação com a Defesa Civil do Estado, foi possível fazer a distribuição de 361 colchões novos para a população atingida pela chuva.

No município de Tijucas está instalado o Presídio Regional, fato que motivou a direção da unidade a mobilizar equipes para ajudar desabrigados e desalojados de toda a região. “Como tínhamos nas unidades, oferecemos os colchões para Defesa Civil que, posteriormente, irá repor o estoque, sem comprometer as necessidades das unidades prisionais”, observou o Secretário da SAP, Edemir Alexandre Camargo Neto.

Dos 361 colchões distribuídos, o município de Tijucas recebeu 120 unidades, São João Batista 111 e Canelinha 130. “Importante destacar que também enviamos às famílias desabrigadas, kits de higiene compostos por creme dental, escova, sabonete, papel higiênico, álcool gel e luvas de proteção”, disse o Diretor do Presídio Regional de Tijucas, Carlos Raulino. Ele contou que nas casas próximas ao Presídio também foi feita distribuição de bolachas para as crianças.

Mas a ajuda do sistema prisional as comunidade afetadas não se deu apenas pela doação dos colchões. Assim que a chuva diminuiu, internos dos Presídios de Tijucas e de Itapema, que estão no regime semiaberto, foram designados para trabalhar na limpeza e recuperação das vias em São João Batista e Canelinha, sob a supervisão da Polícia Penal. Para o Diretor do Presídio de Itapema, João Vitor de Souza, promover a participação dos internos em situações é também um ato de ressocialização. “Este é um tipo de trabalho que contribui para que o interno reestabeleça sentimentos como afeto, empatia e respeito à sociedade”, assinalou João Vitor de Souza.

O Secretário da SAP, Edemir Alexandre Camargo Neto, que participou ativamente da organização e entrega dos insumos falou da responsabilidade social do sistema prisional. “Para nós, enquanto policiais penais e moradores da região, é um orgulho poder contribuir com a reabilitação dos municípios afetados pela enchente. É um importante exercício de cidadania para todos nós e, principalmente, para os nossos internos”, assinalou o Secretário Edemir Alexandre Camargo Neto.

enchentes no Vale do Rio Tijucas 2

EPROJ22

Na última semana, a Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa  de Santa Catarina (SAP) participou da 2ª edição do Prêmio EPROJ SC, realizado pelo Escritório de Gestão de Projetos de Santa Catarina (Eproj SC). O Prêmio tem o objetivo de valorizar as iniciativas e contribuições em busca de uma gestão de projetos de excelência, proporcionando resultados positivos para a sociedade catarinense.

A Secretaria foi representada pelo policial penal Diogo Cesar da Silva e pelos Especialistas em Gestão de Projetos (Nuproj SAP) Patrícia Dias de Castro, e de Gestão de Processos (Nuproc SAP)  Gladisele Maria Cardoso e Arthur de Oliveira da Silva.


Ao longo do dia foram entregues 21 premiações, distribuídas em sete categorias, além da realização de palestras com Mário Trentim, Dairton Bassi e Eliani Figueiró, que são profissionais de referência na temática de gestão de projetos.

O evento reuniu cerca de 300 participantes dentre Secretários, Dirigentes, servidores e gestores do Executivo, representantes do Poder Judiciário, Ministério Público, prefeituras, federações, entidades, empresas públicas e privadas, parceiros, patrocinadores e apoiadores.

Conheça os premiados:

Agentes de Mudança:

Jorge Eduardo Tasca (Secretário Geral de Governo)

Paulo Eli (Secretário Estadual da Fazenda)

Michele Patrícia Roncalio (Secretária Adjunta da Fazenda)

Patrocinadores:

Thiago Augusto Vieira (Secretário da Infraestrutura e Mobilidade)

Ricardo Miotto Ternus (Secretário Estadual da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural)

Marcos Flávio Ghizoni Júnior (Delegado-Geral da PCSC)

Prêmio Gestor de Portfólio Destaque:

OURO - Silmar Neckel Antunes (SIE)

PRATA - Filipe Alcioní Silva (CASAN)

BRONZE - Natália Cauduro da Silva (CBMSC)

Prêmio Gestor NUPROJ Destaque:

OURO - Karyne Malischeski (PCSC)

PRATA - Andressa Boer Fronza (PCI)

BRONZE - Fernanda Maria Menezes (SIE)

Prêmio Especialista em Gestão de Projetos Destaque:

OURO - Tainá Terezinha Coelho (SED)

PRATA - Michelle Monteiro Alves Roldan (SES)

BRONZE - Luana Bianchet (SIE)

NUPROJ Destaque:

OURO - Secretaria de Estado da Educação (SED)

PRATA - Secretaria de Estado da Saúde (SES)

BRONZE - Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE)

Projeto Destaque:

OURO - 654/2014 - Restauração e Reabilitação da Ponte Hercílio Luz - Florianópolis/SC

PRATA - 503/2020 - Registro Único

BRONZE - 1232/2019 - Delegacias de Combate à Corrupção em Santa Catarina.

Informações EPROJ SC

Bruna W. Longen

A policial penal Bruna W. Longen irá compor a equipe de transição do governo eleito, em Brasília. Ela deve integrar o Grupo Técnico de Justiça e Segurança Púbica ao lado de, pelo menos, dez profissionais. De acordo com a publicação do Diário Oficial da União, além de Bruna, outro policial penal do Estado de São Paulo, Abdael Ambruster, compõe o grupo.

Policial Penal de carreira desde 2015, ela já atuou como Gerente de Execuções Penais em Itajaí e atualmente ocupa o cargo de Superintendente de Execução Penal do Departamento de Polícia Penal.

Bruna Longen é formada em Direito, mestranda em Políticas Públicas, especialista em direito penal e em gestão de segurança pública. Além disso, é professora de Direitos Humanos e pesquisadora nas áreas de políticas públicas aplicadas no sistema prisional.

NUPRI

Integrantes do Núcleo de Fiscalização e Controle do Sistema Prisional (Nupri) do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT) e da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seape/DF) conheceram na última quinta-feira, 24 de novembro, o Fundo Rotativo do Sistema Prisional do Estado de Santa Catarina.

O encontro foi intermediado pelo Nupri e a motivação foi a notícia de que a Seape/DF já encaminhou minuta de projeto de lei à Casa Civil do Governo do Distrito Federal para a implantação do programa no âmbito do Sistema Prisional do DF.

O Fundo Rotativo é um modelo de gestão em que o Estado forma parcerias, convênios e acordos de cooperação com entes privados para viabilizar formação educacional, capacitação técnica e inserção de presos no mercado de trabalho. Do salário recebido pelo interno que participa da iniciativa, 75% do valor é destinado para a família do preso e 25% retornam para os cofres públicos a título de indenização. O valor devolvido é usado em melhorias nas unidades prisionais e na modernização e implantação de oficinas do Fundo.

O projeto foi apresentado pelo superintendente de Trabalho e Renda da Secretaria de Administração Prisional de Santa Catarina (SAP/SC), Altino de Farias. Além do Fundo Rotativo, ele também trouxe informações sobre as ferramentas de Business Intelligence responsáveis pela criação de cenários e de indicadores nas áreas de educação, trabalho e gestão da Administração Penitenciária de SC.

"O Fundo Rotativo se apresenta como um excelente caminho para que o Sistema Prisional do DF se torne referência na ressocialização de internos e egressos, além de representar uma fonte de custeio para a melhoria das condições das unidades prisionais que carecem de recursos públicos. Em razão disso, esperamos que o projeto de lei seja prontamente apresentado e aprovado, de modo a beneficiar a sociedade, centenas de presos, familiares, policiais e empresas", afirmaram os membros do Nupri.

Participaram da reunião o promotor de Justiça do Nupri, Rodrigo Machado, o secretário da Seape/DF, Wenderson Teles, a assessora Jurídico-Legislativa da Seape/DF, Renata Pereira de Jesus e os assessores do Nupri, Pedro Mendes Luna e Mariana de Paula Pessoa Theophilo.

NUPRI2

Assessoria Especial de Imprensa do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT)
(61) 3343-9045 / 3343-6101/ 3343-9046/ 99149-8588